15.1.07

Como obter as publicações do INEP


Já, já as férias terminam!
Que tal começar a pensar um pouco na nossa formação? Uma dica bem interessante é adquirir as publicações do Cibec ( Centro de Informação e Biblioteca em Educação).

Professores, estudantes e especialistas em educação podem adquirir por meio de doações do MEC, várias publicações da área educacional.Entre elas, estão as publicações disponíveis no Cibec.
Cada professor pode receber até duas publicações mensais. Para isso basta fazer o cadastro e de posse de uma senha fazer o pedido dos livros , e entre 10 e 20 dias, irá recebê-los pelo correio.
Só no ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do MEC ao qual o Cibec é ligado, enviou mais de 20 mil publicações a interessados que fizeram pedidos pela internet. Foram 10.913 encomendas enviadas, cada uma com até duas publicações. O envio é feito pelo setor de eventos da Coordenação de Distribuição Internacional do Inep.

Antes de fazer o seu pedido é bom acessar o catálogo das publicações e conhecer os mais de 160 livros disponíveis.

Boa leitura!!!

4 comentários:

Susana disse...

Obrigada por essa informação Magna, vc tem alguma indicação pra me passar?

bjos

Seu blog é show

Magna disse...

Oi Susana! Vai depender da área que vc tiver interesse. Eu por exemplo trabalho com alfabetização então me interesso por publicações com este tema. Se for o seu caso tenho algumas sugestões sim.

Beijos

JAIRO disse...

Atualmente a tarefa de educar tem sido bastante complexa para o professor, que precisa trabalhar muito para ter um salário digno de sobrevivência, com isto, não sobram recursos para que ele possa investir em sua carreira profissional.Notadamente,a país passa por uma crise polítca,social.Não quero nem entrar em detalhes sobre a econômica.Por isso,é que abro um parênteses de referência aos desmandos, dos gastos públicos, desperdícios de nosso dinheiro.É Necessário que haja um investimento maçiço na educação do nosso povo,para que esses tipos de absurdos cometidos pelos maus gerenciadores do dinheiro público,não voltem a cometer os mesmos desmandos.Em observação aos textos lidos, acredito também que não adianta criar intenções, sem que estas tenham realizações.Espero que com o bom senso do governo, na implantação do FUNDEB, haja uma melhor distribuição e recursos para a capacitação dos professores, e efetivamente a melhoria dos seus salários.

Anônimo disse...

OBS: Erro de digitação no texto. Onde tem a país, é "o país"