18.10.07

Comentários racistas

O que você pensaria de uma pessoa que fez o seguinte comentário:

“As mulheres deveriam ter o direito de abortar um feto caso exames fossem capazes de indicar que o bebê mais tarde se tornaria homossexual”.

E se essa mesma pessoa também comentasse:

"Há muitas pessoas de cor bastante talentosas".

E mais:

“Gostaria que todas as pessoas fossem iguais, mas pessoas que precisam lidar com funcionários negros descobrem que isso não é verdade".

Achou pouco? Tem mais:

" Todas as nossas políticas sociais para a África são baseadas no fato de que a inteligência deles [dos negros] é igual à nossa, apesar de todos os testes dizerem que não".

Todos os comentários acima foram feitos pelo biólogo James Watson, 79 anos, prêmio Nobel de Medicina do ano de 1962 por ser co-descobridor da estrutura molecular do DNA.

Bem, o senhor Watson poderia ter parado por aí mesmo, mas me parece que este é um daqueles casos clássicos do sucesso que “sobe à cabeça”. Na verdade, no caso dele, enlouquece seria mais apropriado.

Por causa dos tais comentários (muitos deles dados a revista “The Sunday Times”) o "digníssimo" cientista foi impedido de proferir uma conferência no Science Museum, em Londres. Acho pouco, muito pouco pra quantidade de monstruosidades que ele declarou. No mínimo ele deveria ser preso sem direito a fiança ao desembarcar em qualquer país desse planeta.

O senhor Watson parece desconhecer fatos da história ao, por exemplo, se referir a situação da África como biológica. Ora, não é preciso ser um Nobel de Medicina para saber que a situação da África é resultado de uma colonização vergonhosa por parte dos europeus. Portanto, não tem origem biológica, mas sim histórica e social.

O que me assusta mais nessas declarações é que elas não manifestam a simples opinião da pessoa (no caso, a opinião do senhor Watson). Ele ao se intitular cientista e Nobel de Medicina faz com que as suas declarações passem do campo do senso comum para o campo da ciência. E é aí que mora o perigo. Uma coisa é alguém ser racista, outra bem diferente é alguém usar a ciência para dizer que pode provar que há raças superiores e inferiores. E a história já nos mostrou onde esse tipo de preconceito pode nos levar.

Só para finalizar, gostaria de dizer ao senhor em questão, que se eu tivesse a mesma mente pequena e preconceituosa que ele tem, iria defender o direito das mulheres de abortar, caso soubessem que o feto se tornaria no futuro alguém racista e preconceituoso.

É elementar meu caro Watson...

Em tempo: alguém sabe dizer se existe alguma forma de anular a entrega de um prêmio Nobel de Medicina?

Leia mais em:

Nobel da Medicina choca geneticistas ao afirmar que negros são menos inteligentes

Museu cancela palestra de Prêmio Nobel após comentários racistas

Professor Watson é um simplista


4 comentários:

Plenário Virtual disse...

Olá Magma,

O "cientista" James Watson foi infeliz na sua fala. Aliás, vem sendo a muito tempo, desde que ganhou o Prêmio Nobel de Medicina em 1962, usando de racismo e discriminação, faltando até com a ética em sua área de atuação.

Vamos continuar a denúncia esses "absurdos".

Abraços

João Santucci

Profe Elis disse...

Oi Magna...Infelizmente ainda temos que conviver com coisas desse tipo, pessoas que não conseguem ver o ser humano além de sua cor, de sua condição econômica, de seus credos...
Parabéns pelo blog, gostei bastante de suas reflexões.

Sindy disse...

Menina, repito aqui o comentário que deixei no blog do João, pois não tenho outras palavras para descrever meu sentimento:

Estou chocada! De verdade! É horrível pensar que existem pessoas investindo tempo, dinheiro e inteligência para comprovar idéias absurdas como estas, enquanto é tão necessário desmistificar as diferenças e combater os preconceitos! Enquanto falamos em cidadania e inclusão!

Sintian
http://bloguinfo.blogspot.com/

Anônimo disse...

Concordo.É realmente um absurdo que um cientista fale coisas desse tipo.Mas o engraçado é que as pessoas que ficam chocadas com o comentário deste cientista,acham engraçado as piadinhas da "loura burra",ou não ficam tão revoltadas com coment´rios como o do Presidente Lula,Ao afirmar que a culpa da crise é dos "louros de olhos azuis",desconhecendo que há dois negros e um indiano presidindo empresas que levaram o mercado ao caos.Vejo muita hipocrisia nesta questões sobre racismo.Parece que só funciona para alguns.